Voltar ao topo

Entendendo a tradução e localização de jogos

Resumo: A equipe Zelda.com.br opta por fazer um trabalho de localização nos jogos e demais materiais da série, seguindo o modelo de trabalho da própria Nintendo pelo mundo. Isso significa que até nomes próprios podem ser adaptados para ficarem naturais em nosso contexto cultural. Disponibilizamos uma tabela ilustrada para facilitar comparações e entendimento das traduções.

Um Minish "brasileiro" oferece uma noz tagarela a Link para que ele entenda Português.

Para valorizar o trabalho de tradução/localização de um jogo, livro ou qualquer outra peça, a primeira coisa que se deve entender é esta: não existe tradução perfeita. Tradutores tendem a pegar o sentido da frase (ou de um parágrafo inteiro) e transpô-lo para o idioma de destino, ao invés de converterem palavra por palavra. Se o processo fosse tão simples assim, os tradutores automáticos seriam infalíveis.

Cada língua falada no mundo é única e orgânica. O nosso jeito de se comunicar está carregado de elementos da cultura local. Experimente traduzir uma expressão brasileira para um americano. "It doesn't roll" (não rola).

Às vezes uma tradução literal pode ser entendida, mas ela pode ficar estruturada de um jeito estranho, que você jamais ouviria algum nativo falar.

Um bom tradutor precisa entender e perceber essas diferenças culturais para chegar o mais perto possível do sentido do texto original. No processo, detalhes serão perdidos e detalhes serão criados. Se nem mesmo duas palavras sinônimas dentro da Língua Portuguesa têm um significado 100% idêntico, imagine como isso é ainda mais complicado ao comparar dois idiomas. Mas se foi bem traduzido, no final você terá entendido tudo o que precisava. E sem dificuldade ou estranheza.

 

Que história absurda é essa de "Triforça"?

A Triforce (em Português: Triforça) e suas três virtudes descritas: Poder, Sabedoria e Coragem

Um ponto particularmente delicado em traduções é quando chegamos em nomes próprios. Ora, se alguém se chama João, não vai virar Juan se for morar no Uruguai. Por outro lado, se você for à China e perguntar onde fica Pequim, não vão te entender. Talvez seja melhor perguntar pela cidade de Beijing.

Traduzir nomes próprios ou não vai depender da intenção ou necessidade. Quando estamos falando de uma obra de ficção, não é raro que o autor crie nomes a partir de um significado. O nome de Link veio da ideia de que ele é um elo com o jogador, seu avatar ali dentro daquele mundo de faz-de-conta.

É uma decisão difícil mudar nomes ou mantê-los. Jogadores veteranos estão habituados à Triforce e à Master Sword, mas talvez para um novato seja estranho que existam nomes em Inglês "largados" dentro do texto em Português.

Pesquisamos e debatemos muito sobre o que faríamos em nossas versões brasileiras. Por fim, decidimos seguir o trabalho da própria Nintendo: a localização dos jogos. Esse é um processo que vai além de uma tradução mais simples: ele leva muito em conta os aspectos culturais do local e faz adaptações de modo que tudo fique natural para esse destino.

Se você considera "Beedle" um termo puro e correto, que deve ser deixado intocado, pode se surpreender ao saber que em Japonês - o idioma original de Zelda - eles chamam de "Terry" (para citar apenas um exemplo). Versões em Espanhol, Francês, Alemão e Italiano também costumam variar nomes próprios. E são todas oficiais. Por incrível que pareça, são os americanos que mais modificam os textos dos jogos.

Esboços da personagem Beedle. Em Japonês, chama-se Terry.

Em uma localização não são necessariamente apenas nomes próprios que mudam: qualquer tipo de adaptação que sirva para preservar a intenção original no novo contexto cultural é válida. Poeticamente, poderíamos dizer que, em jogos, traduzir os sentimentos é mais importante que traduzir as palavras em si.

O exercício que fazemos aqui é: como seria um jogo de Zelda oficialmente traduzido no Brasil? Você há de notar que muitas empresas hoje em dia estão localizando seus jogos em Português, e de fato eles não apenas traduzem, mas adaptam termos, criam trocadilhos e piadas que só um falante da língua entende. Veteranos sempre estranharão em um primeiro momento, por estarem acostumados com o Inglês. Mas é preciso pensar em uma boa primeira experiência para quem nunca jogou. Esse tipo de contextualização ajuda a ampliar a imersão do jogador dentro da história que estará vivendo.

Você sabia que os nomes dos habitantes de Skyloft, em Skyward Sword, são baseados em nomes de aves? Essa é uma informação que se perde se deixarmos, por exemplo, os nomes em Inglês. Eles variam com cada versão oficial do jogo para que a referência seja mantida, e nós fizemos o mesmo. Quando uma palavra é constante ao longo das versões (como o próprio nome de Link), nós a mantemos, porque é o que a "Nintendo do Brasil" faria.

Esboço conceitual da personagem Henya (em Português, Galina). A ilustração mostra a intenção de fazê-la parecer uma galinha.

Para manter a clareza e facilitar a comunicação entre jogadores de versões diferentes, criamos uma tabela ilustrada que mostra as semelhanças e diferenças de tradução entre o Português e seis idiomas oficiais, com uma explicação da escolha feita quando ela não for óbvia.

Acessar a tabela comparativa de tradução

 

Leitura complementar: Para entender mais sobre o processo de localização, consulte o excelente artigo escrito por Janet Hsu sobre a série de jogos Ace Attorney, bem como o texto de Kate Gray sobre a importância das decisões que os tradutores de jogos tomam (Ambos em Inglês).

 

O trabalho de localização

Nossa base de tradução busca majoritariamente um comparativo entre o Inglês (mais familiar em nosso contexto) e o Japonês (o  idioma original). Quando necessário, as outras versões ajudam a dar um direcionamento mais adequado.

Outro de nossos esforços é o de padronizar termos ao longo de toda a série – ao longo de mais de 30 anos, ela passou por muitas mãos diferentes. Alguns termos acabaram ficando inconsistentes, variando de nome entre jogos. Por exemplo, "Gust Jar" (The Minish Cap) e "Gust Bellows" (Skyward Sword) possuem o mesmo nome em Japonês (Mahou no Tsubo, "jarra mágica").

Todo esse trabalho é complexo e demorado. Mas nossa intenção é fazer o melhor possível, de fãs para fãs! Para garantir o alto nível dos resultados, comentários e críticas bem embasadas são sempre bem-vindas.

 

Voltar à página de traduções

  • Popular
  • Recente
  • Enquete
Hoje, dia 20 de março, foi exibido no Nindies Showcase os jo...
qua, 20/03/2019 - 20:40
YouTube E os sidecast estão de volta! Maiores e agora abord...
dom, 10/03/2019 - 14:30
Na Nintendo Direct de hoje (13/02) fechou com uma grata surp...
qua, 13/02/2019 - 21:13
Nos dias 6, 7, 8 e 9 de dezembro, São Paulo parou com a quin...
dom, 16/12/2018 - 10:55
O que mais te empolgou em Breath of The Wild?