Voltar ao topo

Miyamoto virou a mesa de chá sobre aspectos de Hyrule Warriors, dizem produtores

E mais uma vez, as táticas opinativas do mestre foram usadas e fizeram mudar a direção do que seria "um jogo próximo de Zelda" para "um jogo que una Zelda com a experiência de Dynasty Warriors".

Algo muito normal na Nintendo é usar um termo da cultura japonesa chamado de "virar a mesa de chá" quando é para se referir às opiniões de Shigeru Miyamoto em um projeto. Basicamente, significa mudar uma ideia, rumo ou pensamento quase que por completo. E, em mais uma nova entrevista entre os produtores de Hyrule Warriors ao site Nintendo Life, foi dito que o mestre volta a dar suas temidas opiniões.

Quando questionado sobre o papel de Miyamoto no design final, Eiji Aonuma respondeu que, no início, a ideia original era de um jogo mais próximo da série Zelda do que Dynasty Warriors. Mas o mestre de todas as coisas da Big N negou e "virou a mesa de chá", dizendo que a proposta seria unir a série Zelda com a experiência de Dynasty Warriors.

No início, quando Hayashi-san se aproximou de mim, ele queria fazer deste título um jogo mais próximo de Zelda do que de Dynasty Warriors - que se estenderia a ter batalhas contra chefes em dungeons e [ter] certos personagens no jogo. No entanto, o Sr. Miyamoto veio e virou a mesa de chá, dizendo: "Não, isso não deve ser o caso. O que estamos fazendo aqui é unir Zelda para a experiência de Dynasty Warriors". Foi uma inversão da proposta original de Hayashi-san, que era acrescentar elementos de Dynasty Warriors para a franquia Zelda. Ele acabou sendo o contrário com base na direção de Miyamoto.

Depois, quando perguntado sobre a dificuldade de misturar as duas séries, Hayashi, da KOEI TECMO, respondeu que eles ficaram se perguntando sobre como fazer um jogo diferente de Zelda, mas que, ao mesmo tempo, mantivesse elementos da série e pudessem ser desfrutados por todos os jogadores. Então, eles começaram a se perguntar "do que é que faz um jogo Zelda, e quantos desses elementos precisaremos incluir".

Isso tem a ver um pouco com quando o Sr. Miyamoto entrou em cena para derrubar a mesa de chá. Ele estava realmente tentando atingir esse equilíbrio de fazer um jogo em que os fãs de Zelda possam aproveitar e que seja [ao mesmo tempo] diferente de um jogo típico de Zelda, que tenha elementos suficientes para que as pessoas gostem, mas também não perdesse os fãs de Zelda. Nós mesmos também somos fãs de Zelda, então tivemos que nos perguntar a questão "do que é que faz um jogo Zelda, e quantos desses elementos que precisaremos incluir". Até o fim, nós continuamos a adicionar elementos diferentes para o jogo até que conseguissemos um equilíbrio com o qual estivéssemos contentes. 

Hyrule Warriors será lançado no novo mundo no dia 26 de setembro, enquanto que lá no velho continente será recebido um pouco mais cedo, 19 de setembro. O jogo já se apresenta disponível no mercado japonês desde o dia 14 de agosto.

Praticante do deboísmo através de stickers do Silvio Santos no Telegram.

Comentários

  • Popular
  • Recente
  • Enquete
Na Nintendo Direct de hoje (13/02) fechou com uma grata surp...
qua, 13/02/2019 - 21:13
Nos dias 6, 7, 8 e 9 de dezembro, São Paulo parou com a quin...
dom, 16/12/2018 - 10:55
Nessa semana, nos dias 06 a 09 de Dezembro, ocorrerá a quint...
seg, 03/12/2018 - 20:10
No último dia 21 de Novembro, o mundo comemorou o 20º aniver...
sab, 01/12/2018 - 20:40
O que mais te empolgou em Breath of The Wild?