Voltar ao topo
A editoria focada na pesquisa. Nossos colunistas vão a fundo nos elementos da série para para trazer para vocês todas as informações importantes e supreendentes que não estão no manual.

Descobrindo mais sobre musou

O anúncio de Hyrule Warriors, com um trailer simples e poucas informações, pegou muita gente de surpresa. As pessoas não pareciam confiar tanto assim na Tecmo Koei, empresa responsável pelo desenvolvimento do jogo. Com o passar do tempo, foram reveladas informações, personagens e mapas, e ele acabou caindo no gosto do público.

Embora jogos do gênero musou não sejam tão conhecidos por nós do ocidente, eles fazem muito sucesso no Japão - o que pode justificar a produção de Hyrule Warriors, uma vez que Zelda perdeu um pouco da popularidade por lá e também fazer que esse estilo caia no gosto do povo daqui. Esse tipo de jogo é definido por ser um campo aberto com muitíssimos inimigos para serem enfrentados corpo-a-corpo, utilizando armas como espadas, lanças, correntes e machados. Você pode fazer uma sequência de golpes diferentes, que quanto maior for, é recompensada com um “finish move” - um movimento final mais forte.

O musou é uma junção de beat’ em ups, cujo foco é combater vários inimigos - como Streets of Rage ou Double Dragon - com hack’n slash, em que existe uma ênfase no quão poderoso é o personagem em relação aos inimigos - como Devil May Cry. As franquias mais famosas deste estilo são Dynasty Warriors e Samurai Warriors, ambos da Tecmo Koei

Dynasty Warriors  (Shin Sangokumusou no Japão) surgiu em 1997 para o Playstation. Existem oito jogos da série principal, que estão disponíveis nos seguintes consoles:

Dynasty Warriors Ps1
Dynasty Warriors 2 Ps2, PsN
Dynasty Warriors 3 Ps2, XBox
Dynasty Warriors 4 Ps2, XBox, PC
Dynasty Warriors 5 Ps2, XBox, PC
Dynasty Warriors 6 Ps2, Ps3, PsP, X360, PC
Dynasty Warriors 7 Ps3, X360, PC
Dynasty Warriors 8 Ps3, Ps4, PsVita, X360, XOne, PC
 
Há diversos jogos não canônicos disponíveis no GBA, DS, PSP e PS Vita. O curioso é que a série começou como um spinoff de uma outra franquia da Tecmo, Romance of the Three Kingdoms, um jogo tático baseado num conto chinês com o mesmo nome, que fala sobre um período da história chinesa em que o país era dividido em três reinos. O estilo musou começou apenas no segundo jogo da sére, uma vez que o primeiro era um jogo de luta comum, assim como Street Fighter ou Tekken.


 

Samurai Warriors (Sengoku musou no Japão) é mais recente e com menos jogos. A série tem como base um período da história japonesa chamado "Sengoku", onde vários Estados estavam em guerra. A disponibilidade dos jogos é a seguinte:

Samurai Warriors Ps2, Xbox
Samurai Warriors 2 Ps2, Xbox, Ps3 (HD), PsVita (HD)
Samurai Warriors 3 Ps3, PsP, Wii
Samurai Warriors 4 Ps3, Ps4, PsVita
 

A série Warriors junta-se com outras franquias

Muitas pessoas consideram os jogos enjoativos, uma vez que são focados no gameplay e possuem história, gráficos, músicas e outros elementos medianos. Por isso, a Tecmo Koei lança vários crossovers, como Dynasty Warriors: Gundam, Fist of North Star: Ken’s Rage e One Piece: Pirate Warriors, que junta a jogabilidade musou e alto número de personagens com a história e elementos de outras séries.

Estes jogos são bem recebidos pelos fãs pelo fato de serem bem fiéis, com todos eles tendo ao menos uma sequência devido ao sucesso. A Tecmo tem muito cuidado e recebe o apoio dos criadores (vale lembrar que Hyrule Warriors tem a supervisão de Aonuma) para acabar não descaracterizando os personagens e nem deixar a história muito diferente da original, sempre colocando referências e outras coisas que agradem quem joga - afinal, pra quem gosta de One Piece é bem mais legal um jogo onde, ao invés de um imperador chinês contra centenas de soldados, o personagem principal é Luffy contra um bando de piratas.

Em Hyrule Warriors, a Nintendo e a Tecmo fizeram um excelente trabalho. A cada dia que passa, vemos mais fãs ansiosos para o lançamento do jogo - bem diferente da reação inicial de desconfiança que tivemos após o Nintendo Direct. Parece que Zelda sempre mereceu um musou, tamanha a qualidade que o novo jogo está apresentando . Teremos dez personagens - em contraste com um único personagem jogável que tínhamos, Link - cada um lutando com suas características próprias. Além disso, os itens disponíveis, como o hookshot e o bumerangue, e os mapas baseados em locais dos jogos adicionam mais elementos interessantes para o jogo.

Agora é aguardar o lançamento para apreciarmos esse trabalho curioso. É certo que a Tecmo não deixa a desejar em seus jogos e, junto com o cuidado da Nintendo, nos resta apenas a certeza de que Hyrule Warriors juntará o melhor de musou e Zelda em um mesmo jogo, resultando assim numa experiência única e bastante divertida para os fãs da franquia.

Mago das palavras e defensor do brócolis com filé de frango, vê Waluigi como um exemplo de vida a ser seguido

  • Popular
  • Recente
  • Enquete
Duração:  1 h 46 min 23 s YouTubeDownload mp3 (73 MB) Es...
ter, 16/02/2021 - 10:24
Duração:  2 h 18 min 49 s YouTubeDownload mp3 (93,1 MB)...
seg, 28/12/2020 - 21:03
Quando eu joguei o primeiro Hyrule Warriors, uma das poucas...
dom, 13/12/2020 - 19:59
No último dia 7 de dezembro, às 21:00, finalmente foi lançad...
ter, 08/12/2020 - 18:40
O que mais te empolgou em Breath of The Wild?